O Banco Sol aposta na internacionalização da instituição, instalando sucursais nos novos mercados estratégicos da região austral de África, afirmou o presidente do conselho de administração, Coutinho Miguel, quando falava numa conferência que visou assinalar os 12 anos do banco.

Segundo Coutinho Miguel, neste projecto de internacionalização, o Banco Sol vai expandir a actividade para outros países da Comunidade de Desenvolvimento Económico da África Austral (SADC), sendo que a Namíbia e Moçambique são os primeiros destinos dos investimentos do banco angolano.

O Banco Sol alcançou em 2012, um resultado líquido de 30 mil milhões de kwanzas, 160 mil milhões de kwanzas de activos, 1.100 trabalhadores e132 balcões nas 18 províncias.

O banco Sol nos próximos meses vai diversificar os produtos e serviços adequados às reais necessidades do mercado, oferecendo soluções financeiras inovadoras e avançadas, para investir no desenvolvimento de infra-estruturas tecnológicas.