O Banco Sol disponibilizou 17 milhões de dólares americanos para crédito agrícola com juros bonificados, o crédito foi destinado aos camponeses e agricultores, no sentido de recuperarem e dinamizarem a produção agrícola no combate contra a fome.

Segundo o presidente do Conselho de administração do Banco Sol, Coutinho Nobre, a primeira fase do crédito está ligada às microempresas, cooperativas agrícolas, associações de camponeses e produtores individuais, ao passo que a segunda etapa vai contemplar administradores estratégicos.

Aquela banca subscreveu uma conversão financeira na ordem de 50 milhões de dólares, dos quais 17 já foram implementados na primeira fase.